terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Paralisação de ônibus em Florianópolis

Passageiros ficaram sem ônibus por volta de 12h10min:imagem 5
uma nova assembleia está marcada para o fim da tarde, mas os dirigentes não deixam claro se haverá novas interrupções no serviço dos ônibus :imagem 8
Fotos: Guto Kuerten






Por: Ismênia Nunes



A população de Florianópolis foi surpreendida hoje com uma paralisação de ônibus bem na hora do almoço. Sem mais nem menos os usuários se viram reféns desta situação mais uma vez. A paralisação durou cerca de uma hora e apesar de não ser uma greve trouxe muitos contratempos ao povo Florianópolitano. Muitos iam para suas casas almoçar e quando perceberam ao chegar ao ponto de ônibus se depararam com a notícia: - Os ônibus estão paralisados por uma hora. As filas foram aumentando a cada instante. As pessoas que lá estavam logo foram pegando seus celulares para avisar a mãe, o filho, o patrão. A indignação era grante.

Imediatamente entramos em contato com a imprensa, televisão e rádio. A rádio Guarujá nos colocou ao vivo para falar do que estava acontecendo.  Era final do Programa "Papo de Bola", aproximadamente às 11:50, quando deu-se início ao debate. Programa este apresentado por Moacir César de Oliveira. O assunto voltou às 13h com o "Jornal da Guarujá - SBT". O canal da Guarujá ficou aberto aos ouvintes que opinaram sobre a paralisação dos ônibus até o final do programa às 14h .

Ouvimos a manifestação da assessoria de imprensa da categoria que alegou que houve um aviso anterior no principal jornal da cidade. Mas esqueceram-se que a maioria do povo não lê jornal. Era necessário uma divulgação mais ampla, em televisão, rádio. A rádio está sempre a disposição para estes assunto. Mais uma vez o povo foi pego de surpresa, deixado de lado, ignorado. Onde está o respeito a população?

Afinal, qual era o objetivo dos manifestantes? Segundo a categoria, os acordos firmados anteriormente não foram cumpridos pela empresa. Disseram também ter entrado em contato com a Secretaria dos Transportes e não obterem êxito, o que não foi confirmado pelo secretário João Batista. Reclamavam não ter local para estacionar os ônibus e nem mesmo banheiros. Voltamos ao ponto inicial, mas e onde o povo entra nessa? Afinal o povo acabou vitimado, o que todos temos com isso tudo?

O secretário de transporte de Florianópolis, João Batista Nunes manifestou-se à Rádio Guarujá dizendo não ter recebido nenhuma manifestação formal da categoria. Mas que iria haver uma reunião com o sindicato para tentar resolver o assunto.

Os motoristas e cobradores foram visualizados em assembleia, junto ao terminal. Eram cerca de vinte e cinco ou trinta pessoas, minutos antes da paralisação. O que vem confirmar a fala do secretário pois que o mesmo alegou que a paralisação foi decidida pelos manifestantes em assembleia e não houve uma resolução ou uma reenvindicação prévia.

A forma que a manifestação se deu só fez colocar toda a população contra o movimento pelo fato do povo não ter sido informado. Os manifestantes querem defender seus direitos e devem fazer isto, mas de forma que não prejudiquem o povo. 

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Lixo - Um problema de EDUCAÇÃO PÚBLICA








                   Por: Ismênia Nunes


                   Este lixão fica na rua Araranguá na Bela Vista II em São José. As imagens dizem tudo e mostram principalmente a falta de consciência e educação do povo. Afinal estamos destruindo o meio em que vivemos. Além de deixar uma péssima imagem, do descuido com a natureza, ainda existe os perigos para o acumulo de ratos e as doenças que tudo isto pode causar. Mas o que nos deixa intrigados é o porque as pessoas desta localidade resolveram transformar este local num verdadeiro lixão. Este não é um problema de dias, sempre que passamos pelo local o lixo está presente, e isto há anos. Será que o povo não tem consciência do que faz?

                Será que jogam lixo na casa deles assim também? A falta de educação é cada vez maior. As pessoas vão à praia, nas praças públicas no centro da cidade, comem algo e não procuram uma lixeira e mesmo se esta não existisse, custaria levar dentro de sua bolsa e colocar em outra lixeira, ou mesmo levar seu próprio saquinho?
              
               Tenho observado principalmente as praças do munícipio a prefeitura não dá conta de fazer a limpeza, o povo também não ajuda. Por lá deixam desde garafas pets, papéis, sacolas plásticas, pneus etc...
             
               Estamos no século XXI e apesar disto o homem não evoluiu, parece que ao contrário retrocedeu, e em todos os sentidos. O que está acontecendo com a humanidade?  Vamos fazer nossa parte colocar o lixo no lixo e ainda mais que isto separar o reciclado. Parece que a racionalidade não faz mais parte do homem porque até um gato enterra suas fezes e o homem vive pior que um animal jogando todo tipo de sujeira em qualquer lugar sem a miníma consciência. Vamos acordar, a vida a natureza e a humanidade agradecem. O futuro de nossos filhos e netos só dependem de cada um de nós.





São José - Bairro Bela Vista II - esquina com Iano - Foto: Ismênia Nunes


VITÓRIA é recepcionada no aeroporto Hercílio Luz - Florianópolis




Por: Ismênia Nunes


Vitória de apenas um mês, finalmente volta para Florianópolis para junto da família. Emocionada, Adriana comparou o reencontro ainda em São Paulo com o nascimento da filha. “Não tem explicação. Estamos muito felizes. Deus deu vida a Vitória de novo”. A chegada de Vitória nos braços da mãe, ao aeroporto Hercílio Luz, chamou a atenção dos que transitavam no saguão. A bebê foi recepcionada com aplausos e muita alegria. O pai Cristiano que aguardava em Santa Catarina não pode esconder a emoção de rever a filha. Foi mais de uma hora aguardando a chegada de Vitória e Adriana.

Com Vitória junto aos pais, Adriana e Cristiano foram entrevistados no Jornal do Almoço e expuseram sua situação. Ambos vieram de Caxias do Sul, interior gaúcho em busca de uma vida melhor, de uma oportunidade. O casal precisa de roupas, calçados, alimentos, fraldas e de um emprego. Além disso, Vitória tem os pezinhos virados para dentro e precisa de ajuda para comprar uma botinha ortopédica e fazer fisioterapia e quando completar dois anos fazer uma cirurgia. Adriana diz procurar trabalho como faxineira, camareira e Cristiano de chapeiro e servente de pedreiro. Quem quiser auxiliar a família pode entrar em contato com o Jornal do Almoço pelo telefone (48) 3216-2500. Sem emprego e sem dinheiro Adriana e Cristiano estão morando de favor na casa de Lucilene Costa Varela que os acolheu em casa.  Fica aqui nosso apelo para que possamos conseguir um trabalho para o casal e alimentos para Vitória.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

São José - Postos de saúde SEM MÉDICOS

Posto de saúde da Bela Vista  antes da pintura
Posto de Saúde Bela Vista SEM MÉDICOS - Foto: Ismênia Nunes

Posto de saúde Bela Vista depois da pintura - Foto: Ismênia Nunes



Por: Ismênia Nunes


Saúde e Povo abandonados


O posto de saúde da Bela Vista em São José/SC está sem médicos desde o dia nove de fevereiro e segundo uma placa afixada na entrada do posto, os médicos não voltam antes do dia 29 de fevereiro.  A responsável pelo posto de saúde Patrícia Dandan nos informou extraoficialmente que a falta destes profissionais se deu porque dois médicos pediram demissão, um está de férias e um quarto de licença saúde. Questionamos, um posto só tem quatro médicos disponíveis? Aliás a previssão de volta para este dia  29 é a principio para o Dr. Rodrigo, que só atende as ruas específicas, se não for de seu setor não poderão consultar com este profissional. Sem falar que os que pediram demissão e o que está de licença saúde não tem ainda uma definição exata.

Sabemos que as dificuldades na saúde em São José já vem de longa data. No final do ano passado o posto já passava por dificuldades e abandono. O posto estava com uma aparência horrível, mal cuidado, o toldo rasgado e já não tinha ginecologistas ou outras especialidades. Há pelo menos três anos ou mais o posto não conta com um profissional na área de ginecologia. Marcar exames fossem eles em caráter emergencial ou não era maior problema. Estes demoravam de meses a anos. As consultas, exames e especialistas continuam por demorar, ginecologistas já não existe no posto.

Ano passado entramos em contato com a Secretaria de Saúde através do site/ouvidoria fazendo todas estas reclamações. Pouco tempo depois o posto foi pintado, mas o atendimento para o povo não melhorou, pelo contrário. A distribuição de anticoncepcional só funciona até às 16h30 e por uma única funcionária que trabalha desde às 7h da manhã e estende seu atendimento em 30 minutos para poder atender mais pessoas. A prefeitura junto com a secretaria de sáude do município precisa contratar mais profissionais tanto para este atendimento como mais médicos e especialidades que não existe, dependendem de encaminhamentos.

 Posteriormente fizemos uma manifestação reclamando do atendimento em saúde através do faceboock, comentava que quando o Dário era prefeito, os postos ficavam abertos até às 22h. Conhecidência ou não desde o dia 12 de dezembro iniciou o atendimento até este horário, lembrando que somente atendimentos de urgência e emergência eram feitos neste período.Com a falta de médicos para consulta periodica podemos dizer que se este atendimento ainda existe já não faz diferença pois que as consultas regulares estão suspensas. Muitos remédios estão em falta.

Em fevereiro o posto do Bela Vista está sem médicos desde o dia 09 de fevereiro até o dia 29 de fevereiro. É muito tempo para as pessoas que precisam ficar sem médico. E isto se realmente depois desta data voltarem os médicos. Até onde sabemos a prefeitura de São José paga muito mal os médicos do município que pedem demissão para ir trabalhar em outros municípios.
Outro dia estava no posto de saúde quando uma senhora tentava marcar um exame pois que tinha problemas graves de saúde, não me recordo exatamente do que se tratava mas, a senhora estava apavorada pois que sem o exame corria risco de morte. Mandavam aguardar. O sistema de agendamento de São José não permite que se possa visualizar em que posição de espera se está e já tive conhecimento de pessoas que esperaram sete anos por uma especialidade com neurologista infantil.

Estivemos no local nesta tarde e conversamos com duas pessoas, uma atendente e a responsável pelo posto senhora Patrícia que confirmaram os dizeres da plana de que não havia qualquer atendimento, que não havia nenhum médico. Resolvemos ligar a noite para confirmar se o atendimento de emergência permanecia ou não. A atendente colocou de forma diversa, a que haveria pelo menos um médico para atender. Podemos ver que as informações são desencontradas e até muito estranho a responsável pelo posto dizer que não há atendimento e uma pessoa que comparece das 17 às 22h para o atendimento emergencial dizer o contrário.  

Atrás do posto há uma obra para construção do Efos - Escola de Formação em Saúde, a obra depois de ter tido um gasto enorme está parada. O que os governantes estão fazendo que não se importam com a saúde do povo?

 As eleições vem aí e os que estão no poder podem esquecer da reeleição pois que o povo não é cego. Afinal, saúde não se resume em estrutura física, em pintura, reforma e construções, precisamos de médicos, equipamentos e um atendimento rápido e eficiente.





Posto de Saúde Bela Vista - ao fundo construção da Efos obra parada - Foto: Ismênia Nunes




sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Raul Teixeira - Biografia

video
Programa Transição - Relacionamento Familiar - Raul Teixeira



Raul Teixeira - Palestras - Foto: Google imagens

Raul Teixeira

Natural da cidade de Niterói (RJ), Raul Teixeira é licenciado em Física, Mestre e Doutor em Educação. Professor aposentado da Universidade Federal Fluminense. É um dos fundadores da Sociedade Espírita Fraternidade, localizada em Niterói (RJ).

A instituição mantém uma obra de Assistência Social Espírita denominada "Remanso Fraterno", que atende a crianças e família socialmente carentes, apoiando-as no seu soerguimento material e espiritual.

Conferencista dos mais requisitados no Brasil e no Exterior, já levou a mensagem espírita a 45 países, tendo servido como médium na recepção de 35 livros, publicados pela Editora Fráter.

Há 37 anos Raul Teixeira visita o Paraná, trazendo sua palavra de orientação e lucidez.

Livros:

A Carta Magna da Paz
Ações corajosas para viver em paz
Ante o vigor do Espiritismo
Aprenda a conversar com o seu anjo
Caminhos para o Amor e a Paz
Cântico da Juventude
Cintilação das Estrelas
Correnteza de Luz
Desafios da Educação
Desafios da Mediunidade
Desafios da Vida Familiar
Diretrizes de Segurança
É melhor ser amigo
Educação e vivências
Em nome de Deus
Em Serviço Mediúnico
Exaltação ao Brasil
Justiça e Amor
Lições De Amor E Vida
Não vale a pena mentir
No Rumo da Sublime Estrela
Nos passos da vida terrestre
O Chamado dos Irmãos de Luz - Raul Teixeira, Vida e Obra
O sonho de Toninha
Para uma vida melhor na Terra
Para Uso Diário
Quando A Vida RespondeQuem é o Cristo?
RAUL TEIXEIRA – um homem no mundo
Revelações da luz
Rosângela
Vereda Familiar
Vida e Mensagem




Raul Teixeira - Recuperação



Tenho acompanhado pelo site da SEF - Sociedade Espírita Fraternidade a evolução do nosso irmão Raul Teixeira. Felizmente como podemos ler abaixo ele tem respondido bem a fisioterapia. Vamos continuar orando por Raul Teixeira. Na página da Sef você pode acompanhar a evolução bem como assistir ao vídeo com Raul.
Ismênia Nunes


Fonte: http://www.sef.org.br/
Esclarecimentos da Sociedade Espírita Fraternidade - SEF

A Diretoria da SEF enfatiza que tem limitado as notícias sobre a evolução do tratamento do médium Raul Teixeira ao seu site, por considerar a forma mais adequada no momento, buscando evitar, assim, a veiculação de notícias que não correspondem a realidade.

Agradecemos, comovidos, as ligações telefônicas e os e-mails que chegam, diariamente, do Brasil e do exterior, com manifestações de carinho e apreço pelo valoroso amigo, rogando as devidas desculpas por não conseguirmos responder a todos.

Diretoria da Sociedade Espírita Fraternidade

03/02/2012– 17h

Nosso estimado Raul prossegue com o tratamento e seu estado geral vem melhorando gradualmente.

Importante considerar que o quadro de um AVC requer sempre paciência no trabalho de recuperação e que os resultados não aparecem com a rapidez esperada. Cada paciente responde de uma forma bem particular. Contudo, Raul já fala com mais desenvoltura, formando frases mais completas e acompanha todos os assuntos com a lucidez de sempre.

Está escrevendo muito bem com a mão esquerda.

A mão direita ainda se apresenta com certa rigidez, mas ele já consegue realizar movimentos que antes quase não fazia.

Os dedos já apresentam maior firmeza e o punho, também.

Após mais de dois meses, desde o dia do AVC, Raul continua com excelente disposição. Fala da sua situação com bom-humor, demonstrando comovente resignação e total confiança nas Leis Divinas e na assistência dos bons espíritos.

Fraternalmente
Diretoria da SEF