terça-feira, 8 de novembro de 2011

Curso de produção para áudio


Júnior Rios ministrando palestra introdutória sobre áudio - Foto: Ismênia Nunes


Por Ismênia Nunes


Júnior Rios, produtor, músico, compositor, cantor reuniu algumas pessoas para falar de produção musical  hoje na Faculdade Estácio de Sá em São José. A palestra foi muito proveitosa. Ele nos trouxe novas tecnologias nesta área, pois que já participou de diversos cursos em Sâo Paulo e Rio de Janeiro. Júnior Rios traz dicas para quem atua na área de áudio em geral, como mixagem, gravação e masterização. E para quem não teve oportunidade de estar nesta reunião ele estará ministrando um curso de três meses em janeiro na sede da AABB em Florianópolis na Rua: Desembargador Pedro Silva, 2809 - Coqueiros.

Primeiro lugar num concurso musical realizado pelo domingão do Faustão...Vale a pena conferir.


CURSO DE PRODUÇÃO PARA ÁUDIO
EXPLORE SUA CRIATIVIDADE COM ÁUDIO
Para - Djs - Musicos - Produtores - Operadores de Áudio
* Mixagem * Gravação * Masterização
Como montar um estúdio para suas produções
Como instalar e utilizar programas
Aulas práticas e teóricas com Júnior Rios
De Janeiro a março de 2012
Contato: 48 3028-9395 ramal 39 - 9156-3116 e * 9914-4496


VEJA VÍDEO - JÚNIOR RIOS no FAUSTÃO


video



Jornalista Francis Silvy


Francis Silvy RBStv entrevistado por Ismênia Nunes





Por: Ismênia Nunes

Com o intuito de entender um pouco mais a questão das reportagens ditas investigativas, entrevistamos o repórter Francis Silvy, devido suas inumeras matérias nesta área.
O repórter Francis Silvy da RBSTV diz que  o jornalismo é um só e que as pessoas e o público em geral, acabam taxando este ou aquele jornalista já que ele mesmo faz todo tipo de matéria. Mas afirma não gostar de ser taxado. Ele nos fala que as matérias em questão foram surgindo naturalmente e que seu principal objetivo é que seu trabalho seja útil e que venha fazer transformações positivas como foi o caso dos aposentados da assembleia que com a matéria acabou sendo exigido o uso do cartão ponto. Ressalta que quando a televisão mostra a solução normalmente é mais rápida e mais fácil.

Diz que aprendeu algo muito importante com toda essa situação. Que nunca se deve fazer uma matéria sozinho, principalmente este tipo dita investigativa. Aconselha que sempre possamos ir junto com pelo menos mais duas pessoas, e que é de primordial importância podermos proteger nosso material. A reportagem na integra você assiste no Programa Estação Estácio da Faculdade Estácio de Sá, nesta quinta feira às 19 horas, ao vivo. (Matéria já exibida)