segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Conservação-restauração nos templos de Karnak - Egito (Palestra)




O GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA ATRAVÉS DA SECRETARIA DE TURISMO, CULTURA E ESPORTE, FUNDAÇÃO CATARINENSE DE CULTURA E MUSEU HISTÓRICO DE SANTA CATARINA CONVIDA PARA PALESTRA



A CONSERVAÇÃO-RESTAURAÇÃO NOS TEMPLOS DE KARNAK – EGITO


           APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS EXECUTADOS EM 2009-2011

  


A Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio do Ateliê de Conservação-Restauração de Bens Culturais (Atecor), promove a palestra A Conservação-Restauração nos Templos de Karnak - Egito. O evento ocorrerá no dia 1 de dezembro, às 14h, no auditório do Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa, e contará com a presença dos restauradores franceses Ornella Cabrol e Vincent Cabrol.
Os restauradores irão apresentar os projetos executados no Egito entre os anos de 2009 e 2011 e falar da experiência no canteiro de restauração dos templos de Karnak. Ornela foi responsável pela administração do canteiro, enquanto Vincent ficou na parte técnica de entalhe de pedras.
Os templos foram construídos durante o período histórico chamado Império Novo, entre 1580 e 1085 a.C. Estão localizados na margem direita do Rio Nilo e são constituídos de um conjunto de edifícios que somam 365 metros de comprimento.
O evento é gratuito e voltado, principalmente, aos profissionais ligados à área de restauro e arquitetura. O público poderá participar com perguntas, que serão traduzidas entre português e francês, assim como toda a palestra.

                                              Restauradora Ornella Cabrol
Formada em Artes Plásticas, com habilitação em Conservação-Restauração pela École Superieure d’ Art d’ Avignon - França.
Responsável pelo Departamento de Conservação-Restauração do Centro Franco-Egípcio de Estudos do Templo de Karnak – CFEETK - Luxor, Egito.


                                               Restaurador Vincent Cabrol

Formação técnica – entalhador de pedra pela Association  Ovrière Compagnons, Nîmes - França.
Chefe de canteiro de restauração em pedra do Templo de Karnak – Luxor, Egito e trabalhos nas cidades de Avignon e Arles na França




O que: Palestra A Conservação-Restauração nos Templos de Karnak - Egito
Quando: 01/12/2011, às 14h
Onde: Auditório do Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa 
Contato: atecor@fcc.sc.gov.br / (48) 3953-2341
Entrada gratuita



Connfirmar presença  através dos contatos: ATECOR – Ateliê de Conservação-Restauração de Bens Culturais da Fundação Catarinense de Cultura- FCC
e-mail: atecor@fcc.sc.gov.br  Fone: (48) 3953-2341



Visitação: de terça a sexta, das 10h às 18h
sábado e domingo, das 10h às 16h.
MUSEU HISTÓRICO DE SANTA CATARINA
Palácio Cruz e Sousa - Praça XV de Novembro, 227 - Centro - 88010-400 - Florianópolis - SC
Fone:(48)3028-8091

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Pelas ruas da minha cidade - Claudia Zininha Barbosa

Por: Ismênia Nunes



                 Estava navegando na net, a princípio apreciando o vídeo de Denise de Castro, quando deparei-me com outro talento, Claudia Zininha Barbosa, isto mesmo filha do compositor Zininho que fez a música, rancho de amor a ilha. Claudia é funcionária da Câmara há 20 anos e foi chamada para fazer o programa Pelas ruas da minha cidade. O programa completou dois anos e a comemoração aconteceu no Armazém Vieira. O programa é veículado na TV Câmara canal 16 todas às sextas feiras com reprise aos sábados e também pela TVA canal 20.

                  Parabéns pela iniciativa da TV Câmara. É muito bom termos este tipo de programa que incentivam nossos artistas. Pessoal vale a pena assistir. Abaixo deixo a postagem em que Claudia fala do programa e na sequência o vídeo em que entrevista a cantora e pianista Denise de Castro, também já mencionada neste blog. Parabéns mais uma vez.




video
Programa: Pelas ruas da minha cidade - TV Câmara
Claudia Zininha Barbosa



video
Claudia Zininha Barbosa entrevista Denise de Castro

LANÇAMENTO DO CARIMBO COMEMORATIVO E DO SELO PERSONALIZADO

Recebemos via e-mail a divulgação e estamos aproveitando o espaço para também públicar e divulgar o lançamento do selo personalizado em homenagem ao nosso poeta maior. Cruz e Sousa, em comemoração aos 150 anos de nascimento. Veja abaixo, Ismênia Nunes.


O GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA ATRAVÉS DA SECRETARIA DE TURISMO, CULTURA E ESPORTE, FUNDAÇÃO CATARINENSE DE CULTURA E MUSEU HISTÓRICO DE SANTA CATARINA CONVIDA PARA LANÇAMENTO DO CARIMBO COMEMORATIVO E DO SELO PERSONALIZADO

Como parte das comemorações pelos 150 anos do poeta Cruz e Sousa, serão lançados nesta quinta-feira (24), às 18h30min, o selo e o carimbo em homenagem ao simbolista. A solenidade ocorrerá no Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa, casa administrada pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), e é uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Florianópolis e os Correios. Além do lançamento, o evento terá ainda música e declamação de poemas com artistas negros.

O selo foi produzido pela Empresa de Correios e Telégrafos e será utilizado nas correspondências da Secretaria de Educação do município, além de ser destinado para uso didático nas unidades de ensino da Capital. O selo contém uma imagem de domínio público, que retrata a paisagem urbana de Florianópolis, então Desterro, em 1868. A autoria é de Joseph Bruggemann. Em sobreposto há a imagem da face de Cruz e Sousa.

O projeto foi apresentando e apreciado na Associação Catarinense de Filatelia e na Diretoria dos Correios em Santa Catarina, e foi aprovado pelo Grupo Articulador – 150 Anos de Nascimento de Cruz e Sousa, composto por várias entidades.

Já o carimbo permanecerá 30 dias na agência dos Correios, localizada na Praça XV de novembro, conforme critérios do Conselho Nacional de Filatelia,  e será  utilizado em todas as correspondências desta agência de 24 de novembro a 24 de dezembro. Após este período, será remetido a Brasília para compor o acervo filatélico nacional. A SME realizou a aquisição de seis réplicas do carimbo, destinadas a autoridades e instituições.

Programação até novembro de 2012

A FCC terá uma programação especial em homenagem ao sesquicentenário de Cruz e Sousa, que deve se estender até novembro de 2012. Entre as ações previstas estão o projeto Lendo Cruz e Sousa, que levará a poesia para mais perto da população, com declamações nos seis terminais de ônibus urbano de Florianópolis, nesta quinta-feira (24), às 18h. O projeto será apresentado também em Joinville, Criciúma, Itajaí, Araranguá, Joinville, Blumenau, Curitibanos, Chapecó, Caçador e Lages.

Outra novidade é o lançamento de um CD com 50 poemas de Cruz e Sousa, que serão lidos por escritores catarinenses. Até o fim de 2012, toda a obra do simbolista catarinense estará disponível também na internet, em uma interface do portal da FCC, que contará ainda com livros, artigos e ensaios sobre o poeta. Além disso, a FCC, durante todo o ano de 2012, planeja distribuir 70 mil biografias de Cruz e Sousa a bibliotecas de todo o Estado.

Serviço:

O que: Lançamento do selo e carimbo comemorativos pelos 150 anos de Cruz e Sousa
Quando: 24/11, às 18h30min
Onde: Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa
Entrada gratuita


Visitação: de terça a sexta, das 10h às 18h
sábado e domingo, das 10h às 16h.
MUSEU HISTÓRICO DE SANTA CATARINA
Palácio Cruz e Sousa - Praça XV de Novembro, 227 - Centro - 88010-400 - Florianópolis - SC
Fone:(48)3028-8091

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Doação de Sangue


Outdoor Campanha doação de sangue Hemosc



video
Hoje com 16 (acompanhado dos pais) já se pode doar sangue.
Lembrando que a idade máxima para doação agora é de até 67 anos,
Maiores informações ligue para o Hemosc 3251-9700 em Florianópolis


video
Vídeo institucional - Campanha de doação de sangue Hemosc:
 "Um minuto seu vale uma vida inteira"
ASSISTA - DOE SANGUE



Por: Ismênia Nunes


Com intuito de esclarecer aos jovens e aos novos doadores para à importância da doação de sangue resolvemos postar os vídeos além de colocar algumas informações a respeito da doação de sangue neste blog.

Além de salvar vidas a doação nos trás uma grande satisfação interna pelo fato de poder ajudar outras pessoas. Nos períodos de festas como natal, final de ano e feriados prolongados as doações diminuem devido as pessoas viajarem ou mesmo estarem tão envolvidas somente com festividades. Nesta ocasião acabam por esquecer de auxiliar ao próximo, por este motivo o Hemosc - Centro e Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina realiza mais uma vez uma campanha para que as doações continuem. Hoje o Hemosc está fazendo coletas no parque de coqueiros. Abaixo disponibilizaremos algumas informações com relação a doação de sangue. Além disso, fica a disponição o fone da instituição para maiores esclarecimentos, lembrando ainda que a lei com relação a idade mudou, só não foi ainda disposta no site, e qualquer dúvida pode ser tirada com os funcionários do Hemosc ou mesmo com a assistente social Diná Pinheiro.



Assista ao vídeo abaixo

video

 Este vídeo é uma reportagem sobre a importancia
da doação de sangue e foi realizada em São Paulo



Do site do Hemosc - http://www.hemosc.org.br/´


Doação de Sangue
O que é?

A doação é a retirada de aproximadamente 450 ml de sangue, através de inserção de uma agulha em um dos braços.
A coleta é feita por pessoal capacitado e sob supervisão de um médico ou enfermeiro, garantindo o bem estar do doador.
O ambiente deve ser limpo e confortável e o material descartável. Todo o processo da doação de sangue levam em torno de 45 minutos.
Doar sangue não dói, nem prejudica a sua saúde.


Por que doar sangue?

O sangue é um tecido vivo que circula pelo corpo, essencial à vida.
Todos os dias acontecem centenas de acidentes, cirurgias e queimaduras violentas que exigem transfusão, assim como os portadores de hemofilia, leucemia e anemias.
Além disso, doar sangue é um ato simples, tranqüilo e seguro que não provoca risco ou prejuízo à saúde. Se cada pessoa saudável doasse sangue espontaneamente pelo menos duas vezes ao ano, os Hemocentros teriam Hemocomponentes suficiente para atender toda população. O sangue não tem substituto. Por isso a doação espontânea e periódica é fundamental. Uma única doação de sangue pode salvar várias vidas.
Doar sangue é uma atitude necessária, de solidariedade, cidadania e amor.

Lembre-se:

• Sangue não se fabrica artificialmente;
• O sangue doado não ultrapassa 10% do volume em circulação no corpo;
• A quantidade doada é reposta rapidamente;
• Você só doa novamente se quiser. A doação de sangue não vicia;
• A doação acontece em ambiente confortável e limpo;
• O doador é atendido por pessoal capacitado e qualificado para esta função.


Como chegar ao Hemocentro Coordenador de Florianópolis

Hemocentro Coordenador de Florianópolis
Av. Othon Gama D'Eça, 756
Centro - 88015-240
(48) 3251-9700

07:15h às 18:30h


video

sábado, 19 de novembro de 2011

Mostra de livro antigos e raros de escritores negros do século XIX e XX

Recebemos a programação do Palácio Cruz e Sousa e estamos repassando o convite. Ismênia Nunes






O GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA ATRAVÉS DA SECRETARIA DE TURISMO, CULTURA E ESPORTE, FUNDAÇÃO CATARINENSE DE CULTURA E MUSEU HISTÓRICO DE SANTA CATARINA CONVIDA PARA MOSTRA DE LIVROS ANTIGOS E RAROS DE ESCRITORES NEGROS DO SÉCULO XIX E XX


 

A Fundação Catarinense de Cultura, por meio do Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa, apoia o 1º Encontro Afro-Literário de Florianópolis de hoje (17/11) a 26 de novembro. A promoção é do Instituo Enrea, fundada pelo folclorista catarinense Franklin Cascaes.  
A programação traz uma mostra de livros raros de autores negros catarinenses dos séculos XIX e XX no Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa.  Ao todo estão expostas cinquenta obras antigas e raras, produzidas por Ildefonso Juvenal da Silva, Trajano Margarida, Antonieta de Barros, João Rosa Júnior, João da Cruz e Sousa, Demerval Cordeiro e pela entidade Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos.
No dia 24, às 9h, data que marca o nascimento de Cruz e Sousa, está previsto uma palestra e lançamento de livro de Maurício Pestana, editor da Revista paulista Raça Brasil.

Visitação: 17/11/11 a  26/12/11, de terça a sexta, das 10h às 18h
sábado e domingo, das 10h às 16h.
MUSEU HISTÓRICO DE SANTA CATARINA
Palácio Cruz e Sousa - Praça XV de Novembro, 227 - Centro - 88010-400 - Florianópolis - SC
Fone:(48)3028-8091


Denise de Castro - pianista e cantora brasileira

Apresentação da pianista e cantora Denise de Castro na Udesc
Auditório da Ceart em Florianópolis em 18-11-11
 Foto: Ismênia Nunes

 

Aconteceu na noite de ontem na Udesc, auditório da Ceart em Florianópolis a apresentação da cantora e pianista Denise de Castro. O projeto misturada foi promovido pela faculdade através do laboratório de música e teve entrada franca. Denise nos trouxe com sua música muita sutileza e alegria e mostrou o quanto a música pode nos trazer deixar mais próximo do ceú...Saimos do local ficando com um sabor de quero mais...Vejamos abaixo o relesse do próprio site da cantora. Ismênia Nunes

 

Denise de Castro

Compositora, cantora e pianista, natural de Florianópolis/SC. Graduada em Licenciatura em Música pelo Centro de Artes da UDESC, residiu em Portugal por 4 anos, fazendo shows de música popular brasileira em diversos bares, teatros e casas de show em Portugal e Espanha.
Entre suas produções musicais destaca-se direção musical do show Festa Pra Cascaes promovido pelo governo do estado de Santa Catarina em comemoração ao centenário de Franklin Cascaes (prêmio Franklin Cascaes de Cultura 2010);
Trilha sonora para o curta-metragem L'amar de Sandra Alves; direção musical do Projeto Nossos Compositores (resgate de autores catarinenses); participação no cd Festival de Música Cidade da Canção – Maringá 2007;
1º lugar no Concurso de Marchinhas de Carnaval 2009 da Prefeitura Municipal de Florianópolis como compositora e melhor intérprete com a marcha-rancho Guardiã do Samba;

 
Melhor intérprete na etapa regional do 1º Festival Nacional de Música da ARPUB-Associação das Rádios Públicas do Brasil com a música Arrastão do Boitatá;
3º lugar no Concurso de Marchinhas de Carnaval 2010 da Prefeitura Municipal de Florianópolis como compositora e intérprete com a marcha Eu Não Quero Virar Boneco.
É professora de musicalização, piano, teclado e canto na Escola Livre de Música Compasso Aberto em Florianópolis. Além de participar em várias gravações de outros artistas da cidade, tem dois cds gravados com composições próprias o cd Espírito da Terra e o cd Todas As Ondas.

Fotos na Udesc - Ceart em 18-11-11

Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes


Foto: Ismênia Nunes

Denise de Castro e Ismênia Nunes

Denise de Castro e Ismênia Nunes


Foto: Ismênia Nunes


Veja abaixo os vídeos de Denise de Castro

video



video

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Governador Raimundo Colombo nega aumento aos policiais


Google Imagens


Aumento salarial foi a proposta do comandante geral da PM, Nazareno Marcineiro, tendo destacado o empenho dos policiais e até mesmo o risco de vida que sofrem. O  comandante destacou a importância do aumento através de subsídios. Porém como poderemos verificar na matéria que saiu na página da instituição o governador não acatou o pedido original de aumento dos salários e enviou uma nova proposta que será encaminhada para a Assembleia Legislativa, como poderemos verificar no site oficial da Polícia Militar. Afinal, não é um total descaso para os profissionais que tanto trabalham e arriscam suas vidas todos os dias? O governador Raimundo Colombo teve a mesma atitude tomada há quase dois mil anos, o de lavar as mãos, passando o problema para frente. Como chefe de governo poderia dar o destino e resolver o que bem lhe proviesse, mas o que fez? Lavou as mãos, entregando o problema para a Assembleia Legislativa, para janeiro. Ou seja, ainda depende de votação, de aprovação. Sem falar que no verão o trabalho dos policiais é dobrado com a operação veraneio, onde as escalas são muitas vezes dobradas, onde muitos policiais têm que se deslocar de seus municípios para atender aos turistas das cidades litorâneas. Que reconhecimento o governador demonstra a esses profissionais? Janeiro? Falou-se de uma possibilidade deu reajuste de 8% (em duas vezes de 4% em janeiro e maio). Sabemos sim que, não é um aumento real, e que este não cobre as perdas até o momento. E o valor do vale refeição de R$ 6,00 até a presente data que poderá passar em janeiro, se passar na assembleia, para R$ 10,00. O que será que o nosso governador faz  com R$ 10,00? Os policiais estão indignados e insatisfeitos com toda esta situação. O aumento será em cima do soldo, ou seja da menor parte do salário, sem a incorporação dos abonos.

Como pudemos assistir no jornal do almoço de hoje, os policiais cívis já estão com suas atividades paralisadas. A princípio, os civis, que trabalham nas delegacias fazem os boletins de ocorrências, os militares continuam nas ruas mostrando que são bravos lutadores.

Sinto-me a vontade para colocar que faltou um tanto de consideração e agradecimento por parte do governador Raimundo Colombo, pois que os policiais são sim mal remunerados e merecem este aumento salarial. Afinal quem trabalha diuturnamente colocando suas vidas em risco? O governador não precisa já tem seu "salário" garantido, e que não é pouco. Além de alguns benefícios, casa, comida, transporte. Dizem que ele dispensou o helicóptero, será mesmo?

Quem disse que a Polícia Militar recebeu aumento? Afinal empurrar para a Assembleia uma proposta não é dar aumento. Sabemos que poder e dinheiro para isto o governador tem com certeza. O que vai acontecer na sequencia já sabemos. A assembleia enviará para o governador aprovar, o governador não aprovará novamente, mandará novamente para a Assembleia e ficará esse empurra, empurra. E ao final o que acontece, os policiais ficarão sem aumento, mas continuarão trabalhando, e como você fica quando trabalha sem incentivos? Sem um salário condizente e sabendo que poderia ser diferente. O policial acabará por trabalhar estressado, e as consequências serão inevitáveis, começam a se registrar ocorrências que muitas vezes a população reclama e a mídia acaba por mostrar sem ver o lado do policial militar que trabalha no extremo e num estado emocional abalado e prejudicado, afinal policial também tem família para sustentar. Como é governador...

Confira abaixo a matéria da página da polícia militar.
Ismênia Nunes




Fonte Oficial Polícia Militar: http://www.pm.sc.gov.br/website/ (16/11/11)

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Nazareno Marcineiro, esteve reunido com o governador do Estado, João Raimundo Colombo, para tratar da nova política salarial para a PMSC.
Também estiveram presentes o vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, o secretário de Segurança Pública, César Augusto Grubba, o secretário de Administração, Milton Martini, o subcomandante-geral da PM, coronel Valdemir Cabral, o chefe do Estado-Maior da PM, coronel Valter Cimolin, o comandante do Corpo de Bombeiros Militares (CBM), coronel BM José Luiz Masnik, o comandante da 11ª região de Polícia Miltiar (RPM), coronel Fred Harry Schauffert, o comandante da 1ª RPM, coronel João Henrique Silva, o chefe de Gabinete, coronel João Schorne de Amorim, além de outros oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militares.
Na oportunidade, o comandante-geral da PM, coronel Nazareno, destacou que o policial militar merece uma atenção diferenciada pela relevância que o seu trabalho representa para a vida em sociedade. “Esse tratamento diferenciado decorre justamente do serviço que presta e do grau de envolvimento que faz do policial um servidor com reduzidos dias de folga, objeto de inúmeros sacrifícios, inclusive da própria vida”, destacou.
Conforme destacou coronel Nazareno, uma das formas mais justas seria a remuneração sob a forma de subsídio, encerrando de uma vez por todas quaisquer espécies de “acréscimos”, como gratificações, abonos, estímulo operacional e outros. Tal medida propiciaria que o policial militar, ao se afastar do serviço (doenças, reserva remunerada etc), não sofreria perda do seu poder aquisitivo.
O governador do Estado afirmou que, neste momento, a política salarial de pagamento da remuneração através de subsídios não está em pauta, mas que em outra oportunidade estudos poderão ser realizados.
Informou também que estará encaminhando as seguintes propostas para a Assembleia Legislativa:

1. Definição do mês de janeiro como a data base dos vencimentos dos funcionários públicos de forma geral;2. Concessão de um aumento linear, para todas as categorias do funcionalismo público, de aproximadamente 8% (oito por cento) e que será regulado pela lei que o concederá, sendo: 4% (quatro por cento) em janeiro de 2012 e 4% (quatro por cento) em maio de 2012;3. Incorporação dos abonos, de forma escalonada, em quatro vezes, iniciando em 2012 e terminando em 2015 (também nesse caso a lei especificará a forma da concessão);4. Aumento do valor do vale alimentação, dos atuais R$ 6,00 (seis reais) para R$ 10,00 (dez reais) a partir de janeiro de 2012; estuda-se a possibilidade de ser de R$ 12,00 (doze reais) a partir de julho de 2012.





sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Biografia Dino Montêz

Foto: Site SIMESC - Sindicato dos Médicos do Estado de Santa Catarina -
Dino Montêz entrevista a Dra. Maria Cristina Fortuna em 20/09/11 no programa Sem Rodeiros


                                    
                     Assistimos ontem, na Faculdade Estácio de Sá ao trabalho interdisciplinar da primeira fase de jornalismo noturno, cujo um dos convidados era nosso caro colega, o jornalista Dimo Montêz. Abaixo o trabalho das acadêmicas: Ariane Cidral e Nátila Vargas. Registramos a presença do repórter Hélio Costa jornalista Catarinense, e da coordenadora do curso de jornalismo da Estácio de Sá Regina Zandômenico. Lembramos aos estudantes e quem quer que seja que ao utilizar como pesquisa este ou outros textos, respeite o direito autoral e faça as devidas cidações do blog e das acadêmicas (os). Abaixo trabalho e fotos. Ismênia Nunes



Faculdade Estácio de Sá
Curso: Jornalismo
Trabalho Interdisciplinar
Acadêmicas: Ariane Cidral e Nátila Vargas
Semestre: 2011.2
Fase: 1ª. - Noturno

Biografia - Dino Montêz

Dino Montêz, natural de São Paulo, iniciou sua carreira em 1984, na rádio Mauá como repórter do programa “Bandeira 2” - o expresso da madrugada. No ano seguinte, 1985, veio para Santa Catarina, onde trabalhou como redator de jornalismo da rádio união, repórter, produtor e apresentador. Dino ainda passou pelas rádios Nereu Ramos, rádio clube e jornal de Santa Catarina (free-lance) colunista de 1987/88 no jornal da noite, e, ainda em 1987, foi contratado pela RBS - TV para ser editor, repórter e apresentador do jornal do almoço, onde ficou até julho de 1988. No mesmo ano, fez estágio na TV Rio e em seguida foi contratado pela TV O Estado. De lá para cá, passou pelas emissoras: Manchete, Rede Bandeirantes, SBT e Record. Atualmente trabalha na TV - Band, onde apresenta o programa sem rodeios.
Durante sua trajetória no jornalismo, Dino Montêz exerceu as principais funções dentro de uma redação, chegando à coordenação. Além de TV, também passou por emissoras de rádio de Santa Catarina e Rio Preto em São Paulo. Além de apresentar um programa na TV BV - Band. Dino também escreve para três jornais regionais: Primeira Folha (variedades), São José em foco (política regional) e Jornal do Estreito (política e variedades), além da revista Genér e Jornal do Samba. Foi presidente da associação dos profissionais de imprensa de São José do Rio Preto e região e membro da associação brasileira dos jornalistas - ABRAJ.
Emissoras de Rádio
Rádio União
Rádio Nereu Ramos
Rádio Líder FM
Rádio Atlântida FM
Rádio Metropolitana FM
Rádio Cidade FM
Rádio Antena 1 FM
Rádio Guarujá AM
Rádio Gazeta AM
Rádio Bandeirantes

Emissoras de TELEVISÃO

TV Manchete - MS
TV Bandeirantes - SP
TV O Estado - SC
TV BV- SC
TV SBT - SC
TV Record - SP
TV Record - SC


FOTOS ENTREVISTA DINO MONTÊZ - ESTÁCIO DE SÁ (10/11/11)



                             
                                      Entrevista Dino Montêz na Faculdade Estácio de Sá São José - SC
                                      Acadêmicas Ariane Cidral, Nátila Vargas - Foto: Ismênia Nunes

Entrevista Dino Montêz na Faculdade Estácio de Sá - São José - SC em 10/11/11
   Acadêmicas Ariane Cidral, Nátila Vargas - Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes

Márcio Goebel, direção de áudio e sonosplastia da Estácio de Sá - foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes

Ismênia Nunes e Dino Montêz


Ismênia Nunes e Regina Zandomênico em 10-11-11
coordenadora do curso de jornalismo da Estácio de Sá - SC


terça-feira, 8 de novembro de 2011

Curso de produção para áudio


Júnior Rios ministrando palestra introdutória sobre áudio - Foto: Ismênia Nunes


Por Ismênia Nunes


Júnior Rios, produtor, músico, compositor, cantor reuniu algumas pessoas para falar de produção musical  hoje na Faculdade Estácio de Sá em São José. A palestra foi muito proveitosa. Ele nos trouxe novas tecnologias nesta área, pois que já participou de diversos cursos em Sâo Paulo e Rio de Janeiro. Júnior Rios traz dicas para quem atua na área de áudio em geral, como mixagem, gravação e masterização. E para quem não teve oportunidade de estar nesta reunião ele estará ministrando um curso de três meses em janeiro na sede da AABB em Florianópolis na Rua: Desembargador Pedro Silva, 2809 - Coqueiros.

Primeiro lugar num concurso musical realizado pelo domingão do Faustão...Vale a pena conferir.


CURSO DE PRODUÇÃO PARA ÁUDIO
EXPLORE SUA CRIATIVIDADE COM ÁUDIO
Para - Djs - Musicos - Produtores - Operadores de Áudio
* Mixagem * Gravação * Masterização
Como montar um estúdio para suas produções
Como instalar e utilizar programas
Aulas práticas e teóricas com Júnior Rios
De Janeiro a março de 2012
Contato: 48 3028-9395 ramal 39 - 9156-3116 e * 9914-4496


VEJA VÍDEO - JÚNIOR RIOS no FAUSTÃO


video



Jornalista Francis Silvy


Francis Silvy RBStv entrevistado por Ismênia Nunes





Por: Ismênia Nunes

Com o intuito de entender um pouco mais a questão das reportagens ditas investigativas, entrevistamos o repórter Francis Silvy, devido suas inumeras matérias nesta área.
O repórter Francis Silvy da RBSTV diz que  o jornalismo é um só e que as pessoas e o público em geral, acabam taxando este ou aquele jornalista já que ele mesmo faz todo tipo de matéria. Mas afirma não gostar de ser taxado. Ele nos fala que as matérias em questão foram surgindo naturalmente e que seu principal objetivo é que seu trabalho seja útil e que venha fazer transformações positivas como foi o caso dos aposentados da assembleia que com a matéria acabou sendo exigido o uso do cartão ponto. Ressalta que quando a televisão mostra a solução normalmente é mais rápida e mais fácil.

Diz que aprendeu algo muito importante com toda essa situação. Que nunca se deve fazer uma matéria sozinho, principalmente este tipo dita investigativa. Aconselha que sempre possamos ir junto com pelo menos mais duas pessoas, e que é de primordial importância podermos proteger nosso material. A reportagem na integra você assiste no Programa Estação Estácio da Faculdade Estácio de Sá, nesta quinta feira às 19 horas, ao vivo. (Matéria já exibida)

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Novo caminhão para a cavalaria de São José - SC

Entrega do caminhão à cavalaria de São José pelo comandante geral da Polícia Militar
de Santa Catarina coronel Nazareno Marcineiro - 07 de outubro de 2011 - Foto: Ismênia Nunes


Cerimônia de recebimento nova viatura (caminhão) - no pulpito, com a palavra Coronel Droppa (Gepemon - cavalaria)
Em fila: Coronel Nazareno Marcineiro Comandante Geral da PM,
Coronel Cabral Subcomandante da PM SC e Tten. Cel. Weis (7o. BPM)




Por: Ismênia Nunes

                Aconteceu hoje às 15h a solenidade para entrega do novo caminhão para o Gepemon - Guarnição Especial de Policia Montada de São José, conhecida popularmente como cavalaria, o comandante geral da Polícia Militar, Nazareno Marcineiro, com a palavra, colocou de seu esforço para atender as solicitações do coronel Droppa, comandante do Gepemon. O caminhão atende melhor as necessidades do trabalho realizado pela corporação. E diz ainda: O principal objetivo da Polícia Militar é proteger as pessoas. Proteger com o mínimo de segurança possível.
O coronel Nazareno nos coloca  em seu discurso da importância desse novo veículo que também é climatizado. Ressalta da necessidade de um caminhão que possa deslocar os animais para que estes cheguem ao seu destino em condições de trabalho, haja visto que quando utilizavam o antigo os cavalos chegavam sempre soados, com menos resistência, dificultando o trabalho dos policiais. O caminhão anterior já tinha quase trinta anos de uso e os custos com manutenção não estavam sendo viáveis.
               Em seu discurso o coronel Nazareno ressaltou de seu esforço para atender as solicitações do comandante da cavalaria, e poder dar melhores condições de trabalho, incluindo equipamentos e viaturas entre outros. Afirmou estar pleiteando junto ao governador melhores salários aos policiais de frente. Além do comandante geral, outras pessoas tomaram a palavra na solenidade, entre elas o coronel Droppa.  Estavam presentes ainda o coronel Cabral, subcomandante da Policia Militar do Estado, coronel Weiss, comandante do 7o. Batalhão da Polícia Militar, vários oficiais e algumas personalidades entre elas o Secretário de Segurança, Defesa Social e Trânsito de São José, Sanderson de Jesus.

             Após a solenidade os oficiais ofereceram um churrasco aos convidados.


                                                         Galeria de Fotos - Abaixo
Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes
Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes


Foto: Ismênia Nunes

Foto: Ismênia Nunes


Foto: Ismênia Nunes


Comandante Geral da Polícia Militar de Santa Catarina,
 Ismênia Nunes, Coronel Dropa, Ten Cel Weiss